terça-feira, 13 de agosto de 2013

Relembrando como funciona o financiamento: aquisição de terreno + construção

Esse post vai em especial para quem deseja fazer o financiamento para aquisição de terreno + construção. Que nem nós fizemos. O post vai ficar um pouco longo, mas vale a pena ler.

Quem quiser saber como funciona esse tipo de financiamento sugiro que leia esse post é bem detalhado http://www.alex3d.com.br/dicas/dicas.html

Resumindo, é um tipo de financiamento que você fica responsável pela construção do imóvel, tendo que respeitar alguns itens designados pela Caixa. O projeto possui 4 etapas: 
1. Pagamento à vista do lote (pago quando o contrato é assinado) 
2. Pagamento da primeira etapa da planilha 
3. Pagamento da segunda etapa da planilha 
4. Pagamento da terceira etapa da planilha.
Ao final de cada etapa solicitamos a visita do engenheiro para que ele aprove e nos pague o que já foi feito.
Então para fazer esse tipo de financiamento é necessário ter dinheiro em caixa, uma vez que as etapas só são pagas depois de prontas.


A ideia surgiu depois que um amigo do Pedro optou por esse tipo de financiamento, decidimos que também faríamos assim, mas ainda não tínhamos olhado nada. No começo de março encontramos o lote ideal, com metragem 10x30 e no lugar que eu sempre quis morar. O terreno era de um conhecido do Pedro, dai conversaram e se acertaram em 35mil. Ficou combinado que daríamos 5 mil de entrada e que o restante seria pago quando a Caixa pagasse.

Fizemos várias simulações no site da Caixa (http://www8.caixa.gov.br/siopiinternet/simulaOperacaoInternet.do?method=inicializarCasoUso). Não compensava juntar nossos salários pois além das prestações ficarem mais altas a entrada seria muito alto. 

Depois de várias simulações de financiamento descobrimos que a a renda que tinha menor valor de entrada era 1.800,00. Como o Pedro trabalha comissionado o salário dele variava todo mês, decidimos então esperar pelo mês de março pra saber o valor que o contra-cheque viria.Bingo! Veio por volta de 1.800. 

No dia 6 de abril o Pedro estava com o contra-cheque em mãos. De inicio pagamos 100,00 na contabilidade autorizada da Caixa pro processo ser aberto. E solicitaram os documentos pessoais, e os três últimos contra-cheques do Pedro. Depois de iniciado o processo somos informados que o Pedro tinha pendência no nome com a Receita Federal por não ter declarado Imposto de Renda no ano anterior. Em 10 dias o problema foi resolvido.

No dia 13 de maio recebemos a ligação que o financiamento foi aprovado. Daí vem a parte de fazer a planta e a planilha que a Caixa solicita pra ver se está de acordo com o programa Minha Casa Minha Vida. Procuramos um engenheiro que fazia as duas coisas. A planilha solicitada pela Caixa tem 16 paginas e foi cobrada por ela por volta de 450,00. 

No dia 18 de junho estávamos com a planta plotada e a planilha em mãos. Daí é preciso registrar a planta na prefeitura, depois de registrada tem a taxa do alvará de construção que vale por um ano e a taxa de numeração.

No primeiro dia de julho tivemos a grande felicidade de saber que o engenheiro já tinha vistoriado  nosso terreno e que a construção já poderia se iniciar. Ufa, dois meses depois do processo inciado.

Com essa ligação também ficamos sabendo que teremos até o dia 16 de dezembro para entregar a casa pronta. O financiamento aprovado ficou exatamente igual ao do simulador: Financiamos 90.000,00, entrada de 6.379,00, subsídio pouco mais de 11 mil.

Depois desse ok de julho ainda faltava o contrato ser assinado para que o lote pudesse ser pago. A espera é angustiante. Mas nesse meio tempo já fomos atras de pedreiro (até porque não ta fácil de encontrar), material necessário pra começar, portão, etc. Sempre orçando produto, pedindo desconto.

Passou, julho todo e nada de resposta pra assinar o contrato, o dono do lote já estava no nosso pé. A culpa não é nossa, mas também entendemos o lado dele, ele estava nos esperando há 5 meses. Ele deu o prazo até dia 9 de agosto para passar os 30 mil restante, caso contrário colocaria placa de vende-se no lote. Em momento algum eu achei que isso aconteceria, sabia que tinha que ter fé, pensar positivo que daria certo antes do prazo.

No dia 6 agosto tenho uma ligação maravilhosa (maravilhosa pra nós né, que não precisaríamos mais virar dinheiro)! A tia dele que era dona do lote também estava com uma pendencia na Receita Federal, comunicamo-os no mesmo dia e no dia 12 de agosto o problema já estava resolvido. 


Entramos em contato com a Caixa informando a solução do problema e hoje dia 13 de agosto o Pedro assinou o contrato, na quinta vão nos entregar para ser registrado em cartório e assim que o cartório devolver, dentro de 3 dias a Caixa paga o lote. E aí pegaremos nossa planilha pra saber quando podemos chamar o engenheiro pra pagar as etapas.

Hoje eles nos passaram uma planilha com o valor das parcelas a serem pagas até que a obra fique pronta, e o valor das parcelas até 2043.


Então é isso aí, a contar de hoje teremos 125 dias para entregar a casa.

Quem tiver qualquer dúvida pode ficar a vontade pra perguntar.


10 comentários:

Jussimara Nascimento disse...

Le V
Eu e meu noivo também vamos financiar o terreno + construção pelo MCMV. Vou fazer o financiamento só no meu nome também pelos mesmos motivos que vc citou, mas receberei um valor pequeno de subsídio 1.902,00, mas já será bom! O engenheiro vai me entregar o projeto e as planilhas hoje, mas também estou dependendo da escritura do dono terreno. Vcs poderam utilizar o FGTS na valor da entrada?

Le V disse...

Jussimara se prepara, vc ainda vai levar um bom tempo, até assinar o contrato. rs

Não o fgts não pode ser usado.

Fique a vontade pra perguntar

Jussimara Nascimento disse...

Nem me fale, é muita ansiedade....rsrs

Le V disse...

hahah eu sou muito ansiosa, ficava todo dia na expectativa de receber uma ligação.

Mas depois que passa é gostoso lembrar!

Curta seu momento, depois é só alegria na casa nova

Rose disse...

Le quais os gastos que vocês tiveram com documentação??
Vocês pagaram o ITBI, a escritura,ISS, o que mais vou ter de gastos antes do processo de entrada na caixa

Le V disse...

Oi Rose, gastamos com
Iptu
entrada no processo
certidao de nascimento atualizada
certidao de onus
matricula do terreno
taxa do crea
taxa de numeração
taxa de alvará
outra taxa de matricula do terreno pq a primeira venceu
taxa de itbi
registro do contrato

Anônimo disse...

Olá! Como prga o alvará na prefeitura sendo que o lote está no nome de outra pessoa?

Letícia Vida disse...

Anonimo, eu nao sei bem como funciona, o que tem que pedir.. Mas qqr pessoa consegue pegar um alvará na prefeitura, capaz que de ter que levar alguma certidão do terreno, faz tanto tempo que fizemos isso que nao lembro mesmo

marcia eloisa disse...

Lê deixa eu te perguntar.... mesmo com a entrada de 6 mil e pouco vcs tiveram gastos com toda a documentação certo? e como a minha casa vai ter 69,59 mt2 quase como a sua eu gostaria de ter uma ideia de quanto custa toda essa documentação pq tenho que ter uma ideia pra ir poupando mais entende me fale engenheiro e todas as papeladas?

naointendonao disse...

Estava procurando a dias um blog que mostrasse uma historia exatamente como a de vocês (Compra do terreno e construção). A partir de agora vou ler todos os posts para tirar minhas duvidas, pois estou para entrar no mesmo financiamento que vocês.